Os Reis Magos foram Astrólogos

O nascimento de Jesus foi acompanhado por indicações astrológicas, conforme lemos no Evangelho Segundo Mateus, no capítulo 2. Do Oriente vieram os Magos a Jerusalém e perguntaram “onde está o rei dos Judeus que acaba de nascer? Vimos sua estrela no oriente e viemos adorá-lo”.


O termo “Magos do Oriente” aponta para a Mesopotâmia e a cidade da Babilônia, de onde eles vieram. Lá vivia uma poderosa casta de sacerdotes e astrólogos em torno do culto de Marduk, o planeta Júpiter. Marduk, que significa estrela na língua babilônica, era o filho do Sol e representava os babilônios, como Zeus para os gregos ou Júpiter para os romanos. Portanto, Marduk-Júpiter é o planeta da sabedoria, o criador do universo e do homem.

Isto confirma os textos babilônicos que chegaram até nós, os registros revelam importantes constelações astrológicas para o período em que Jesus Cristo teria nascido.
Trecho do texto diz: “Marduk (o planeta Júpiter) faz conjunção com Tiamat (o planeta Saturno)”. Possivelmente este foi o sinal que os Magos seguiram para fazer a viagem da Babilônia a Jerusalém. O texto também aponta também para o dia em Júpiter e Saturno ficou retrógrado e se deteve, esta noite foi entre 12 a 20 de novembro (7 a.C.).


Já Johannes Kepler (1571-1630) demonstrou que sete anos antes do ano considerado como o do nascimento de Cristo houve uma conjunção de Júpiter e Saturno, no signo de Peixes. Esta posição ocorre a cada 20 anos e é conhecida desde tempos históricos, mostrando a renovação e mudança de gerações, como novo Deus (Júpiter) que vence o velho homem (Saturno).


A extraordinária conjunção do ano 7 a.C. se deu 3 vezes, em maio, outubro e dezembro, causada pela fase retrógrada dos dois planetas, algo que só acontece a cada 200 anos.Com o nascimento de Jesus também começou uma nova idade astrológica, a era de Peixes. Simbolicamente os Peixes (símbolo do Peixe), se tornou um símbolo importante de Cristo e do Cristianismo.


Para compreendermos melhor a motivação dos Magos sobre a conjunção Júpiter-Saturno é importante saber que: Saturno era considerado a estrela de Israel e os astrólogos daquele tempo associavam a região da Judéia com o signo de Peixes. 
Os Magos, ao chegarem a Jerusalém, perguntaram a muitas pessoas sobre o nascimento do novo Messias, mas ninguém sabia responder a eles. Uma noite viram um sinal no céu: o planeta Júpiter-Marduk parou no seu caminho, no sentido da localização de Belém. A estrela estava parada, como diz a Bíblia, sobre o estábulo onde Jesus nasceu. Isto foi em 12 de novembro, quando muda de direção, segundo os cálculos realizados.


Este foi o último sinal astrológico, que indicou que os Magos tinham que ir a Belém. Várias ilustrações mostram os Magos seguindo a estrela (Júpiter), luminosa como guia na frente deles. Chegando a Belém, tiveram a notícia que a criança nasceu.
Assim, o nascimento teve lugar alguns dias antes da chegada dos Magos, antes do dia 12 e 7 anos antes da data marcada nos dias de hoje. Mas ninguém sabe a hora nem mesmo o dia exato do nascimento. Atualmente, o dia 6 de janeiro, dia dos reis Magos, é considerado o Dia do Astrólogo, em homenagem àqueles que souberam interpretar o sinal da estrela.

Ler 6831 vezes

Popular